background
O Visual Systems Automation (VSA) é uma plataforma de automação que permite criar robôs personalizados, com a cara do seu negócio.

Com a VSA você desenvolve um robô para executar tarefas repetitivas até cinco vezes mais rápido do que uma pessoa, seguindo padrões e regras, eliminando erros e reduzindo o tempo de trabalho. Assim, você e sua equipe gastam menos tempo com atividades burocráticas e podem focar em ações estratégias que geram mais resultados para sua empresa.

O FUTURO JÁ CHEGOU.


Descubra o que um robô da VSA pode fazer pelo seu negócio

Imagine ter acesso a um trabalhador virtual, desenvolvido para ter a cara do seu negócio, atuando 24h por dia, 7 dias por semana. Um robô capaz de reduzir o tempo de execução dos processos e acelerar os seus resultados. É exatamente isso que a Visual Systems Automation (VSA) faz pela sua empresa: automatiza processos, seja qual for o seu negócio, onde quer que você esteja.

A VSA é uma fábrica de robôs que cria uma força de trabalho digital especializada e capaz de simular atividades humanas repetitivas. Cada robô atinge altos níveis de eficiência e pode gerar redução de custos de até 75%, aumentando a velocidade de entrega sem gerar erros no processo.

Isso é possível graças a tecnologia RPA (Robotic Process Automation) da WDG, parceira da Visual Systems e líder em RPA no Brasil. Com uma plataforma totalmente nacional, a VSA oferece auxílio técnico em português e atendimento realizado por profissionais certificados. Além disso, é a única que atende comandos específicos para o mercado brasileiro: validação do Cadastro de Pessoa Física (CPF), Cadastro nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e Inscrição Estadual (IE).

A VSA cria robôs de forma rápida e de acordo com seu modelo de trabalho, unificando em uma única plataforma funcionalidades como: URA (Unidade de resposta audível), IA (Inteligência Artificial), cofre de senha, ChatBot, WEB, SAP, Java, Windows, Terminal 3270, OCR, quebra de captcha/recaptcha e linguagem natural.

background

O VSA melhora a qualidade de entrega, aumenta a eficiência, elimina erros e permite que você e a sua equipe se concentrem no que realmente importa: resultados.

Onde posso usar um robô VSA?


Qualquer sistema operado por um usuário real pode ser automatizado. Com a VSA, o próprio usuário pode criar um robô para fazer parte do trabalho. Por isso ela é tão versátil: não é preciso integrar sistemas por meio de APIs – que nem sempre estão disponíveis – ou de desenvolver novos sistemas. Basta instalar a VSA e mostrar o caminho a ser seguido.

A lista de atividades que podem ser otimizadas por um robô VSA é imensa: processos que envolvem tarefas repetitivas e burocráticas, regras e lógicas bem definidas, integração e acesso a múltiplos sistemas ou entrada manual de dados, por exemplo, são tarefas que tendem a ser demoradas e propensas a erros graças a envolvimento humano. Alguns exemplos:

  • • Pedidos de venda e registro de cotações
  • • Controle de faturas e processos de cobrança
  • • Emissão de apólices de seguro
  • • Conciliações bancárias
  • • Abrir e enviar e-mails com anexo
  • • Acessar e buscar informações na web
  • • Fazer login em sistemas diversos
  • • Copiar e colar informações
  • • Mover arquivos e pastas
  • • Ler planilhas e documentos
  • • Extrair e processar dados de documentos (OCR)
  • • Manipular banco de dados
  • • Resolver captcha e recaptcha
  • • Motor de decisões/regras

Por que as empresas usam VSA?

  • • Eficiência operacional: mais ciclos de trabalho na mesma unidade de tempo
  • • Agilidade: velocidade de produção e zero erros manuais
  • • Despesas: redução de custos com desenvolvimento
  • • Disponibilidade: atividades sem interrupção e desperdícios
  • • Escalabilidade: utilização do número de robôs de acordo com a demanda
  • • Padrões/Compliance: conformidade com a segurança da informação
  • • Previsibilidade: menor impacto de implementação graças a processos já estabelecidos

5 passos para criar um robô VSA com a sua cara.

um

  • Identificação dos processos que serão automatizados.

dois

  • Definição das etapas e cronograma do projeto.

três

  • Desenvolvimento e criação dos robôs com gestão por métodos ágeis (Scrum).

quatro

  • Testes, homologação e implementação no ambiente de produção.

cinco

  • Manutenção e customizações para o robô ter “a cara” do seu negócio.

Quero entrar em Contato

''